sábado, 17 de janeiro de 2015

LIVRO: Resenha - Pai, me compra um amigo? de Pedro Bloch - Ed. Ediouro

“Papai, eu não tenho irmão. Cachorro serve.
Apartamento não é lugar pra cachorro
Então, me compra um amigo!”

O título é forte, mas a intenção é convidar os leitores a refletir sobre as relações de pais e filhos, as amizades e até que ponto o dinheiro traz (ou não) felicidade.

Publicado em 1996, pela Ediouro o livro “Pai, me compra um amigo?” do escritor Pedro Bloch, conta a história de Bebeto, um menino diferente que queria apenas encontrar seu lugar no mundo: ser aceito, compreendido e amado pela família e pelas crianças da sua idade.

Temos o retrato típico de uma família ausente e de colegas preconceituosos que praticam o bullying (na época que o livro foi escrito este termo nem existia, porém o comportamento já).

Veja como o autor descreve Bebeto:


“Via tudo em preto, branco e cinza mais forte ou mais fraco. Na vida do menino tudo era complicado.”

“Quando chegou a hora de aprender a ler foi aquele desastre. Confundia tudo. Misturava. Não distinguia letra parecida, nem som parecido.”

“No Futebol não dava pé, nem chute. Todo desconjuntado. Não tinha equilíbrio. Ficar num pé só era façanha impossível.”

Discriminado por seus colegas de escola tornou-se um menino triste, rejeitado e de baixa autoestima até que um dia, Paula – uma colega de classe que lentamente ganha sua confiança – resolve ajudá-lo, e aos poucos vai conversando com o restante da turma sobre a importância de aceitar e respeitar as diferenças.

O livro ensina aceitar, entender e ajudar os outros a se sobressaírem usando o que tem de melhor. Trabalha com sensibilidade a importância das relações interpessoais, para que as crianças percebam a importância na vida em sociedade da: colaboração, troca de experiência, dignidade, solidariedade e a valorizar a família e as amizades.

Uma das minhas partes favoritas do livro, é o diálogo dos pais de Bebeto:


“A gente joga a responsabilidade nas costas do médico, do psicólogo (do professor) e esquece que toda criança precisa é da gente mesmo. (…) não é a quantidade do que damos aos meninos que importa… mas a qualidade…
E eles pedem tão pouco!

A gente precisa aprender a se dar mais.”

Uma ótima dica de leitura para crianças, pais e educadores.



Pai, me compra um amigo?
Autor: Pedro Bloch
Editora: Ediouro
ISBN: 8500420219
Edição: 2001
Gênero: Juvenil
Páginas: 90
Idioma: Português
Saiba mais: Skoob
Minha avaliação: 5/5
Onde comprar: Estante Virtual
Obrigada pelas visitas! S2
Me encontre nas redes sociais: Facebook | Instagram | Twitter | Skoob

Para não perder as novidades do Liquidificadorizando é só curtir a fanpage no facebook e acompanhar todas as postagens!

Nenhum comentário: